JURA EM PROSA E VERSO

Tudo sobre...

 MEL

O mel é o produto mais conhecido das abelhas, elaborado a partir do néctar produzido pelas flores. O mel é o único alimento completo que não apodrece. Mais de 180 diferentes substâncias nutritivas foram encontradas no mel.

O mel é um alimento que os seres humanos conhecem e consomem há mais de 200 mil anos, o que fez do mesmo um alimento mítico, rodeado de lendas que o atribuem toda classe de virtudes curativas e nutritivas.

O famoso médico chinês Tao Hongjing nos ensina: as pessoas que querem ter uma vida longa e saudável, devem usar mel diariamente.

Em 1872, o explorador alemão J. Ebers encontrou no Egito um rolo de papiro escrito 1.500 anos AC que contem uma série de receitas contra diferentes enfermidades, no qual o mel figura como elemento principal entre os medicamentos prescritos.

Em recente pesquisa, ficou demonstrado que das 100 pessoas com mais de 100 anos, mais de 80% se alimentam de mel. A ação do mel sobre a longevidade humana, se deve não só à sua alta ação energética, mas especialmente às enzimas, vitaminas e a presença de elementos químicos, importantes para o bom funcionamento do organismo humano, denominados oligoelementos, tão valorizado pela medicina orto-molecular.

O mel é um alimento energético de alta qualidade. A ingestão de mel permite uma alimentação imediata e intensiva de todo o sistema muscular, especialmente os músculos do coração, através da glicose invertida. Por outro lado, a frutose, o açúcar das frutas, existente em grande quantidade no mel, é armazenado no fígado na forma de glicogênio para ser utilizada quando o organismo precisar. Por isso é uma fonte energética muito importante para os atletas e para os idosos.

O mel possui a maioria dos elementos minerais essenciais para o organismo humano, especialmente os oligo-minerais ( ex. selênio, manganês, zinco, cromo, alumínio). Estes oligo-minerais tem um papel semelhante às velas de ignição de um carro, no processo químico da vida.

Só isto já é um bom motivo para substituir o açúcar refinado pelo mel.

O mel é melhor tolerado pelo diabéticos do que o açúcar de cana, porque 40% do mel é frutose, o açúcar das frutas, bem menos prejudicial aos diabéticos.

Crianças alimentadas com mel, não sofrem de cólicas, porque o mel é absorvido imediatamente, não possibilitando o ataque das bactérias intestinais e formação de gases, como acontece quando a alimentação é feita com açúcar de cana.

O mel é indicado no tratamento de anemias, como regulador intestinal e no tratamento de doenças respiratórias.

Uma propriedade plenamente reconhecida do mel é seu poder anti-séptico que unido ao seu poder demulcente, fazem que o mel seja um excelente cicatrizante e protetor da pele, sendo muito empregado topicamente em queimaduras e feridas.

As suas propriedades anti-sépticas provêm da presença de ácidos orgânicos, por exemplo, o ácido fórmico e principalmente da peroxidase, formada a partir da glico-oxidase. Por ação da peroxidase, forma-se oxigênio nascente que impede o desenvolvimento de bactérias e bacilos.

Pela ação desta enzima e pela sua grande osmoralidade, o mel com baixa umidade está sempre isento de bactérias.

O mel protege o fígado, promovendo a regeneração de suas células e prevenindo a formação do fígado gorduroso (cirrose hepática).

O mel tem propriedades de laxante suave e é muito eficaz no tratamento das doenças respiratórias.

Uma administração regular de mel, ajuda a prolongar e dar uma melhor qualidade de vida aos idosos

O mel não deve ser aquecido acima de 40o C, para não destruir suas enzimas. Quando se desejar descristalizá-lo, deve-se colocá-lo em Banho Maria à 40°C (calor suportável quando se põe a mão dentro da água) e descristalizá-lo lentamente.

Mel - Você sabia?

Desde os mais remotos tempos da antiguidade o mel tem se apresentado como a grande solução alimentar para o homem.

É um dos alimentos mais ricos do mundo e é usado desde a pediatria até a geriatria, prolongando a vida, tonificando músculos, tecidos, nervos e órgãos em geral.

É de assimilação instantânea pelo organismo sendo por isso recomendado para toda a insuficiência orgânica.

Aqueles que usam MEL continuamente são beneficiados por uma resistência incomum às doenças infecciosas bem como por uma vida isenta de dores e angústias causadas pelo mau funcionamento das funções vitais no organismo.

O mel é um produto biológico muito complexo a sua composição varia notavelmente como conseqüência da florada que lhe deu origem, e das condições climáticas de cada região.

A diferença entre um mel e outro resulta fundamentalmente da quantidade e qualidade de plantas que florescem e produzem néctar.

Em muitos casos há uma flora que predomina nitidamente em alguns méis, conferindo-lhes características muitos peculiares, com sabor e coloração .

Desta maneira, quando falamos "este mel é de eucalipto" queremos dizer que as abelhas utilizaram somente o néctar das flores do eucalipto, elaborando um mel com características próprias de cor, sabor e densidade; já o mel silvestre que é multifloral, mudará totalmente suas características de acordo com a vegetação da região e a época do ano que as abelhas visitarem as flores.

Lembre-se que somente o mel puro está sujeito à cristalização, dentro de um período de tempo variável, conforme o tipo de florada, época de colheita e principalmente da temperatura, você poderá aquecer o mel até no máximo 50ºC para torná-lo líquido novamente, no entanto, sugerimos o hábito de consumi-lo cristalizado para garantir as suas propriedades naturais.

Sempre dê preferência por um mel que destaque a florada predominante, com certeza você terá um paladar superior aos dos méis misturados e homogeneizados, como os que se vendem em supermercados.

Além disso, procure comprar diretamente de um apicultor profissional, pois ninguém melhor do que ele para tirar suas dúvidas sobre este maravilhoso alimento.

O mel quando coletado e manipulado dentro de normas que conservem suas propriedades naturais é composto basicamente por açucares, água, sais minerais, ácidos orgânicos, vitaminas, proteínas e alguns segredos que o homem não consegue imitar.

 

VALOR NUTRITIVO DO MEL

1 Kg de MEL é igual a :

50 ovos

1,7 Kg de carne Bovina

90 bananas

5,4 Kg de maçãs

40 laranjas

2,6 Kg de peixe

750 g de queijo

5,6 litros de leite

900 g de cenoura

 

ELEMENTOS CONSTITUINTES DO MEL

Levulose 40,5 %

Proteínas 1,5 %

Dextrose 34,0 %

Sacarose 1,9 %

Água 17,7 %

Cinzas 1,5 %

Enzimas e Vitaminas:

B, B1, B2, B5, B6, BC, C, G, H, PP 2,9 %

Mel e seus derivados

O mel é um elemento produzido pelas abelhas a partir do néctar das flores, ou das secreções provenientes das partes vivas das plantas que elas recolhem, transformam, combinam com materiais apropriados, armazenam e deixam amadurecer nos favos da colmeia. Dependendo de sua origem apresentam uma variação muito grande com relação a cor, cheiro, sabor, viscosidade e cristalização.

Como Consumir:

O mel é um alimento nobre e deve ser consumido diariamente. O consumo diário de mel, em algumas culturas, está associado à longevidade.

Um aspecto também comprovado decorrente do consumo de mel é o aumento da resistência do organismo a uma série de enfermidades, entre as quais gripes, bronquites e resfriados.

O frasco deve sempre estar bem fechado (para não perder o aroma), em lugar sem umidade (para evitar fermentação) e nunca na geladeira.

Muitas pessoas se dão bem consumindo também uma colher de sopa de mel com leite morno antes de dormir. Além de calmante, auxilia o bom funcionamento intestinal.

Cristalização:

Uma das garantias de pureza do mel é a cristalização, sendo esta uniforme devido à mudança de temperatura.

A cristalização não modifica suas propriedades, podendo o mel ser ingerido mesmo cristalizado. Suas vitaminas e enzimas permanecem intactas.

Descristalização: É necessário ter alguns cuidados para não alterar suas propriedades, tais como: não colocar diretamente ao fogo e sim colocar em "banho-maria", não deixando a água ultrapassar a temperatura de 42º C. Se preferir pode ser colocado ao sol, envolto por papel opaco, pois o mel é sensível a luz.

--------------------------------------------------------------------------------

Pólen

As abelhas coletam o pólen porque ele representa a sua principal e quase exclusiva fonte de proteínas.

Resultados demonstram que o uso por longos períodos traz uma regularidade orgânica.

Sua ação energética é tão rápida que atletas olímpicos mastigam pólen antes de cada competição.

Pessoas vegetarianas têm seu suprimento necessário de proteínas ingerindo 35 gramas de pólen diariamente.

É a mais rica fonte de enzimas, vitaminas, minerais, proteínas, aminoácidos, hormônios e gorduras até hoje conhecida.

A utilização do pólen por via oral é especialmente indicada para crianças e jovens em crescimento, gestantes, mães amamentando, esportistas, pessoas submetidas à situações de grandes exigências intelectual ou física e convalescentes.

Sem contra indicação.

Como consumir:

Deve-se consumir pólen no mínimo 30 dias, intercalando por igual período de descanso.

Como tratamento, recomenda-se o uso contínuo por três meses.

Adultos: 10 a 20 gramas ao dia

Crianças(até 5 anos): 4 a 8 gramas ao dia

Observação: 1 colher de café (rasa) eqüivale a 4 gramas e 1 colher de sobremesa (rasa) eqüivale à 8 gramas.

--------------------------------------------------------------------------------

Própolis

A Própolis é uma substância resinosa colhida pelas abelhas dos botões das flores, brotos e cascas de árvores.

Entre outros usos as abelhas utilizam a própolis para garantir a pureza e higiene do seu habitat. A sua qualidade anti-bacteriana elimina bactérias e insetos que por ventura entrem na colméia.

As virtudes terapêuticas deste produto das abelhas, são relatas através da história, e hoje conceituamos que:

Própolis é um antibiótico não tóxico, de ação imediata, sem os efeitos colaterais que as drogas produzem e com possibilidades de curas excepcionais, não destruindo a flora intestinal, não afetando os rins ou o fígado, pois é eliminado naturalmente pelo organismo.

--------------------------------------------------------------------------------

Geléia Real

Fonte de energia e vitalidade:

A Geléia real é um produto natural, secretado pelas abelhas jovens para alimentar as larvas até o 3º dia de vida, é alimento único e exclusivo da rainha por toda a vida. Nenhum organismo vivo, ainda que fosse um inseto, poderia viver uma vida completa consumindo apenas uma substância, se a mesma não fosse um super alimento.

Indicações gerais:

Para o consumo humano a Geléia Real, pode ser ingerida, em qualquer circunstância, não só sem o menor risco para o organismo, mas sim, desfrutando plenamente de todos os efeitos benéficos que proporciona, não tem contra indicação.

Não se conhece na Biologia e na Medicina moderna, outra substância com semelhante efeito sobre o crescimento, longevidade e reprodução das espécies.

Indicações particulares:

Sobre o organismo humano, a Geléia Real atua como um estimulante, o estado geral melhora, aparece um certo vigor e a capacidade de trabalho físico e intelectual aumenta, assim como o bom humor e otimismo. Se tem comprovado que provoca um aumento de vinte por cento no metabolismo basal.

Nos enfermos de Diabetes, diminui a taxa de açúcar no sangue.

Exerce uma ação reguladora sobre o apetite.

Acelera a recuperação das forças e dinamismo nos convalescentes.

Resulta um reeqüilíbrio nervoso. Esses efeitos não são passageiros, se mantém depois da cura.

Rejuvenesce o organismo e se evita a velhice prematura.

Nos enfermos de arteriosclerose, regulariza a pressão sangüínea.

A taxa de colesterol baixa com bastante facilidade.

Arma poderosa contra a anemia crônica.

Alivia os transtornos cardiovasculares (infarto, angina...)

Tem um poder microbactericida e antibiótico comprovado sobre um certo número de bactérias.

A geléia real e a beleza da pele:

Aplicada diretamente sobre a pele, a torna mais suave e fina. O efeito obtido é extremamente rápido e se observa uma verdadeira transformação das células epiteliais, que se acham de certo modo rejuvenescidas.

A ação da Geléia Real sobre a pele é uma das mais curiosas e interessantes. Se manifesta notadamente eficaz sobre a queratracosis (insuficiência de elasticidade e opacidade da pele). O efeito sobre a queratrocosis é imediato e permanente, sobretudo se a Geléia Real for administrada ao mesmo tempo por via oral.

--------------------------------------------------------------------------------

Apitoxina (Veneno das abelhas)

Em grandes quantidades é letal para o homem, mas é tambem um medicamento muito eficaz na cura de diversos males como por exemplo: artrite, reumatismo e problemas circulatórios entre outros.

--------------------------------------------------------------------------------

Cera

É uma substancia secretada pelas abelhas a partir de mel e pólen, serve para a construção de favos na colméia.

Para o homem tem aplicação na produção de velas, marmorarias, impermeabilizantes, cosméticos, serve de base para certos remédios, além de outros produtos industriais.

--------------------------------------------------------------------------------