JURA EM PROSA E VERSO

HISTÓRIAS DAS CIDADES BRASILEIRAS

HISTÓRIA DA CIDADE DE CARUARU/PE


História de Caruaru
e a Cidade hoje

 

Da Fazenda do Caruaru ao País de Caruaru

Morro do Bom Jesus em Caruaru, Pernambuco, Brasil.O Brasil era ainda uma colônia e Pernambuco, uma capitania. Os portugueses chegaram aqui no começo do século XVI para extrair, entre outras coisas, o pau-brasil, do qual se tirava excelente corante vermelho e uma madeira nobre, de boa resistência. Depois, foi o açúcar. A terra era muito rica, como bem disse Pero Vaz de Caminha. Para que essa riqueza não caísse em mãos erradas, dos franceses, por exemplo, o jeito foi colonizar. Navios e mais navios chegaram à terra e do litoral para a zona das matas, foi um pulo.

Nessa época, Caruaru não existia, era apenas um bomFeira em Caruaru, Pernambuco, Brasil. trecho de terra no caminho que ia até o sertão, habitado por índios.

O que hoje se conhece como Caruaru começou tomar forma em 1681, quando o governador Aires de Souza de Castro, em 02 de junho, concedeu à família Rodrigues de Sá uma “sesmaria” com 30 léguas de extensão, à margem esquerda do Ipojuca. Mas a família só viria se instalar aqui, vinda do Recife, no final do século XVII e a Fazenda (do) Caruru, que foi o início de tudo, foi fundada logo depois, por Simão Rodrigues de Sá.

Igreja da Conceição em Caruaru, Pernambuco, Brasil.Em 1754, registra o professor Josué Euzébio Ferreira, Simão Rodrigues Duro, filho de Simão Rodrigues de Sá, casou-se com Antônia Thereza de Jesus, filha dos fundadores do sítio de Altinho. Tiveram três filhos: Joaquina Rodrigues de Jesus, JOSÉ RODRIGUES DE JESUS e Maria Conceição de Jesus. Após a morte dos pais, os irmãos foram morar na fazenda Juriti, ficando a Fazenda Caruru abandonada.

Em 1776, José Rodrigues de Jesus decidiu voltar para a fazenda do pai, casando-se em 1781 com uma sobrinha, Maria do Rosário Nunes, filha de Manoel da Silva e Joaquina Rodrigues de Jesus, numa união que até hoje têm descendentes na nossa cidade.

Igreja Matriz em Caruaru, Pernambuco, Brasil. Pouco depois, a fazenda Caruru ganhava uma capela, dedicada à Nossa Senhora da Conceição, e uma pequena povoação começou a se formar dentro do terreno pertencente à fazenda, sendo administrada por José Rodrigues de Jesus até sua morte, em 1820, aos 64 anos de idade, sendo considerado o fundador de Caruaru pois foi de sua fazenda que nasceu a cidade.

De Vila a Cidade

Avenida Rio Branco em Caruaru, Pernambuco, Brasil.Caruaru se tornou cidade, a primeira do Agreste pernambucano, pelo projeto nº 20, do deputado provincial Francisco de Paula Baptista (1811-1881), defendido em primeira discussão em 03 de abril de 1857 e tornado realidade, depois de aprovação sem debate, em 18 de maio daquele mesmo ano, com a assinatura da Lei Provincial nº 416, pelo vice-presidente da província de Pernambuco, Joaquim Pires Machado Portela.

Ao longo das décadas, a cidade cresceu e a antiga Vila do Caruru hoje é conhecida por vários títulos, como “Capital do Agreste”, “Capital do Forró”, “Princesa do Agreste”, dentre outros, dando a dimensão de sua importância política-econômica no cenário estadual.

Feira em Caruaru, Pernambuco, Brasil.A cultura não é menos rica. Caruaru é um reconhecidamente um celeiro de artistas. Foi em suas terras que nasceram músicos, escritores, poetas e artesãos, como Vitalino, que projetaram Caruaru para o mundo. Foi aqui que nasceram personalidades como os irmãos escritores Condé, Álvaro Lins, Austregésilo de Athayde. Até uma banda de pífanos feminina tem em Caruaru.

E a maior festa popular em dias consecutivos do país, que é o São João de Caruaru, com seus 30 dias de festa ininterrupta? No ano passado, um milhão e meio de pessoas brincaram o Maior e Melhor São João do Mundo, que pela sua autenticidade e espontaneidade constitui um dos eventos mais conhecidos do país, também colaborando para o impulsionamento do turismo e economia locais.

Os índios estavam certos. Caruaru é mesmo a terra da abundância. Viva Caruaru em seus 147 anos.

Bandeira de Caruaru

Obra do professor Amaro Matias, instituído como símbolo oficial em 13 de maio de 1972, o pavilhão de Caruaru tem fundo tricolor verde, branco e vermelho, sendo o verde-esmeralda um agradecimento à fertilidade da terra, o branco, uma celebração da paz, e o vermelho, um símbolo da coragem do seu povo.

Bandeira de Caruaru, Pernambuco, Brasil.

O escudo, que fica ao centro, é repleto de simbolismo. O triângulo em azul representa a a lealdade do povo, com o sol significando majestade, abundância e riqueza da terra. A faixa em amarelo fala da nobreza com uma cruz em vermelho, símbolo da fé cristã. Abaixo, o triângulo em vermelho, cor da coragem e destemor, traz um ramo de avelozes, em homenagem ao fundador José Rodrigues de Jesus.

Em cima, uma coroa de fortalezas lembra as lutas pelo progresso e soberania da cidade que lhe renderam a fama de “Princesa do Agreste”.

Palácio do Bispo em Caruaru, Pernambuco, Brasil.As datas que se vêem na faixa amarela, abaixo do escudo, referem-se à data da criação do município (1848) e a da elevação à categoria de cidade (1857). Ladeando essa faixa, um ramo de louro (considerada a planta símbolo dos campeões desde a Grécia Antiga), lembra as vitoriosas batalhas travadas pelo desenvolvimento econômico de nossa cidade.

A bandeira deve ficar hasteada nas repartições públicas municipais em dias de festa ou de luto.

Município do Vale do Ipojuca, conhecido como a Princesa do Agreste e a Capital do Forró, Caruaru é a principal metrópole do Agreste pernambucano.

Maior centro de arte figurativa das
Artesenato de Caruaru, Pernambuco, Brasil. Américas, segundo a Unesco, é palco da mais famosa feira popular do Brasil. Dispõe de ótima infra-estrutura com hotéis, restaurantes, bares e shopping center. Seu nome tem origem ainda desconhecida. Uns acham que é uma referência ao substantivo Carruas, que significa fonte ou água que causava doenças no gado, outros acham que é uma corruptela da palavra Caruaru, que significa Rio dos Caruaras e alguns que o nome vem de uma planta chamada vulgarmente de Caruaru, que cobria um poço do Rio Ipojuca. Sua padroeira é Nossa Senhora das Dores.


Pontos Turísticos
 

Alto do Moura

Feira da Sulanca em Caruaru, Pernambuco, Brasil.Considerado pela UNESCO - O maior Centro de Artes Figurativas das Américas, é o Alto do Moura uma comunidade de artistas. Distante 7 Km do centro da cidade de Caruaru, este povoado concentra mais de 1.000 artesãos que moldam dia-a-dia o homem nordestino, levando nossa cultura até os pontos mais distantes do nosso planeta. Lá, cada residência se transforma em ateliê, envolvendo toda a comunidade local, desde o mais simples ajudante àqueles que moldam o barro transformando-o em arte. Hoje, arte e artesãos vêem suas peças ultrapassarem as fronteiras do país, retratando uma terra, sua cultura, seu povo, sua gente.

Casa Museu Mestre Vitalino

Casa Museu Mestre Vitalino em Caruaru, Pernambuco, Brasil.Localizada à Rua Mestre Vitalino, serviu de residência do grande ceramista e família. Foi transformada em museu em 1971. O acervo é constituído pela própria edificação, em tijolos crus, que data de 1959, de objeVitalino Pereira dos Santos-Mestre Vitalino (1909-1963), nascido no distrito de Ribeira dos Campos, nas cercanias da cidade de Caruaru em Pernambuco, Brasil.tos de uso pessoal e familiar, onde retrata a vida simples do grande MESTRE.

Horário para visitas
Segunda à sábado:
8h às 12h e de 14h às 17h
Domingo: 9h às 17h

Casa Museu Mestre Galdino

Localizado também no Alto do Moura, mais precisamente à Rua São Sebastião, é composto por peças do ceramista e poeta popular Galdino. Ilustrando a exposição, exemplares originais de poesias, fotografias, e textos sobre a vida e obra do artista.

Horário para Visitas:
Terça à sábado: 8h às 17h
Domingo: 9h às 13h

Como não só de trabalho vive o homem, o Alto do Moura concentra outros atrativos

Palhoça do Artesão

Ocorre regularmente festas com som ao vivo do autêntico forró pé-de-serra. Comporta também vários bares e restaurantes típicos, ao gosto do visitante.

Parque 18 de Maio (Parques das Feiras de Caruaru)

De tudo que há no mundo tem na Feira de Caruaru... já cantava Luiz Gonzaga sobre os encantos da Feira de Caruaru.

Autódromo Ayrton Senna

Obedecendo as normas da FISA, localizado numa área de 45.000 m2 com 3.170 m de asfalto, 24 boxes, torre de cronometragem, restaurantes, bares, equipamento de som, lanchonetes, banheiros, telefone público, estacionamento, palco, barracas de comidas e bebidas, além de heliporto. Com isto, Caruaru colocou-se no Circuito de Automobilismo e Motociclismo Nacional.

Morro do Bom Jesus

Com 630 metros de altura, é o ponto mais alto da cidade. Por sua vez, a cidade encontra-se em volta do morro, tornando-se indispensável sua visita. Lá você tem uma vista incrível da cidade.

Segundo o escritor Nelson Barbalho, o morro foi
conhecido também como "MORRO DO SOCORRO", daí
a origem do primitivo nome de sua igrejinha de "Capela
do Socorro", nome este não aceito pelo clero, que a
batizaria de "Capela do Bom Jesus". Aos 13 de agosto
de 1902, Manoel de Azevedo Pontes (Marinheiro Pontes)
e Antonio de Lemos Vasconcelos (Capitão Lemos),
fundadores e construtores da igrejinha do Monte,
entregaram à Igreja Matriz local, a obra totalmente
construída. A bênção solene, oficializou-se pelo Bispo de
Pernambuco, D. Luiz Raimundo da Silva Brito, em 29 de
agosto de 1902.

Nas primeira décadas do século XX, o cruzeiro instalado (possivelmente por "Vigarinho"), defronte à igrejinha, costumava ser iluminado, servindo de guia para os viajantes da época. Na administração do Prefeito Celso Galvão, foi inaugurado o primeiro mirante. O segundo, foi erguido quando era prefeito Abel Menezes.

Na década de 60, o então vereador Aristides Veras, idealizou a escadaria com as estações da via sacra. Cada família católica de Caruaru patrocinaria um dos 365 degraus. Apesar da idéia não ser ao todo concretizada, a obra prosseguiu e finalmente foi inaugurada.
No mês de dezembro, realiza-se a Festa de Santa Luzia na Igreja do mesmo nome, datada de 1902, onde os fiéis vão pagar suas promessas. E ainda tem a Festa do Umbú.

Espaço Cultural Tancredo Neves

Banda local em festa para Sant'ana na Regiõa de Caruaru, Pernambuco, Brasil.Arquitetura de grande valor histórico edificado em 1935 e 49.500 m2 de área construída.
Em 1988, após a restauração, passou a ser o Espaço Cultural. Na área interna abriga pavilhão de exposições e feiras, sede da Fundação e Cultura, Secretaria de Turismo, museus e unidades culturais.
Na área externa, foi implantado o Pátio de Eventos Luiz Gonzaga, com a Vila do Forró - réplica de um típico vilarejo do interior - onde se concentra grande parte dos eventos da cidade, tais como: São João e comemorações natalinas.

Serra dos Cavalos

Reserva de preservação permanente no Capítulo de Meio Ambiente da Lei Orgânica Municipal, reconhecida pela UNESCO, através do Bureau da França como
"RESERVA DA BIOSFERA DA MATA ATLÂNTICA.
Com uma altitude máxima em torno dos 900 metros, compõe uma área de brejo medindo 359 ha. Trata-se de uma reserva estadual de Mata Atlântica de proteção ambiental municipal, o Parque Ecológico Professor João Vasconcelos Sobrinho.

Contém 5 açudes que ajudam no abastecimento da cidade, provenientes de nascentes localizadas na própria reserva.
Obra de mestre Vitalino, Pernambuco, Brasil. A vegetação consiste de capoeiras, fruteiras, cultivoscomerciais, e de subsistência. Como atrativos, existem alguns pontos para contemplação em mirantes naturais e várias trilhas usadas pelos naturalistas que por aqui passam.

Em sua fauna, destacam-se o lobo guará, paca, roedores, cobra coral verdadeira, cobra rainha, aves como o jacu, beija-flor, sabiá, gaviões e o pintor verdadeiro. Aparecem também várias propriedades rurais como pequenos sítios, fazendas, e ainda uma comunidade religiosa Hare Krishna, todos empenhados no bom estado de preservação e limpeza. As Universidades Federais, Rurais e Sociedade Nordestina de Ecologia, são entidades que realizam pesquisas sobre fauna, flora e hidrologia no âmbito da reserva.

A Festa de São João em Caruaru, Pernambuco, Brasil, conhecida como a Capital do Forró, dura o mês de junho inteiro.Curiosidade: No inverno, só conseguia chegar à Serra em lombo de animais. Era impossível trafegar carros pelas ladeiras das estradas. Daí o nome "Serra dos Cavalos".

Trilhas Ecológicas

Entre outras trilhas localizadas na Serra dos Cavalos, destacam-se as seguintes:

Trilha da Cachoeira do Nestor
Tem início na Fazenda Santa Maria no município de Caruaru, terminando na Cachoeira do Nestor, município de Altinho. Sua extensão é de 3 Km em terreno irregular. Em seu percurso, contempla-se mirantes, afloramentos rochosos, furnas, bicas, sítios, casas de farinha e cachoeira.

Trilha do Açude Aluízio de Azevedo
Situada na Serra dos Cavalos, tem uma extensão aproximada de 2 Km. Em seu percurso, contempla-se o açude Aluízio de Azevedo, trechos de matas, bromélias, samambaias e orquídeas, além de um banho de bica.

Pedra da Torre

Localizada na Fazenda da Torre, a uma distância de 20 Km da cidade. Pedra em formato de 2 torres, sendo cortada pelo Rio Ipojuca, formando uma pequena
garganta, com altura aproximada em 20 metros.
A vegetação local é constituída por bromélias, cactáceas
e arbustos. O seu redor está tomado por área de pastos
de cultivos comerciais e de subsistência.

Pedra do Sítio Zamba

A uma distância de aproximadamente 59 Km da cidade, localizada no Sítio Zamba, ergue-se esta magnífica pedra, com aproximadamente 8 metros de altura e formato circular. Em sua face sudoeste, há ocorrência de alguns grafismos de tonalidade ocre. Um pouco abaixo da pedra, encontra-se o caldeirão que é usado pelos moradores, como reservatório de água.